Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.unifenas.br:8080/jspui/handle/jspui/78
Tipo do documento: Dissertação
Título: Ação mutagênica in vivo e antimicrobiana do extrato hidroalcoólico de Pyrostegia venusta e seus efeitos no crescimento e diferenciação celular em um sistema eucariótico in vitro .
Título(s) alternativo(s): Mutagenic action in vivo and antimicrobial of the Pyrostegia venusta hydroalcoholic extract and its effects on the growth and cell differentiation in an in vitro eukaryotic system.
Autor: Fernandes, Adriana Ponciano 
Primeiro orientador: Fiorini, João Evangelista
Primeiro membro da banca: Nascimento, Luiz Carlos do
Segundo membro da banca: Veiga, Sandra Maria Oliveira Morais
Terceiro membro da banca: Oliveira, Nelma de Mello Silva
Quarto membro da banca: Boriollo, Marcelo Fabiano Gomes
Resumo: Este estudo teve por objetivos analisar os efeitos do extrato hidroalcoólico de Pyrostegia venusta, conhecida popularmente como cipó-de-são-joão, sobre diversos tipos de bactérias Gram-negativas e Gram-positivas e também sobre leveduras, além de analisar seu efeito no crescimento e diferenciação celular em Herpetomonas samuelpessoai in vitro e mutagênico in vivo , através do Teste do Micronúcleo. A atividade antimicrobiana do extrato foi verificada por dois métodos: teste de difusão em ágar e teste de diluição em tubo. Os experimentos de crescimento e diferenciação celular de H. samuelpessoai foram realizados em meio quimicamente definido, após incubação a 28 °C, por 48 horas, sendo o crescimento estimado pela contagem das células em câmara de Neubauer e a diferenciação pela observação das células coradas pelo método Panótico em microscopia óptica, objetivando estimar os percentuais de formas pró, para e opistomastigota. Para a determinação da DL 50 foram utilizados grupos de camundongos Swiss albinos fêmeas que receberam, por via oral, dose única de diferentes concentrações do extrato (300 e 2000 mg/Kg). Para a avaliação mutagênica foram utilizados camundongos Swiss albinos, com idade aproximada de 12 semanas. Cada ensaio foi realizado empregando-se cinco grupos de animais, cada grupo constituído por 3 machos e 3 fêmeas, sendo assim tratados: controle negativo (NaCl 0,9%); controle positivo (50 mg/kg ENU); tratamento 1, 2 e 3 (1000, 1500 e 2000mg/Kg do extrato, respectivamente). O teste do micronúcleo em eritrócitos da medula óssea de camundongos foi realizado 24 e 48 horas após o tratamento, e os eritrócitos policromáticos (PCEs) foram observados em microscopia óptica e contados com o auxílio de um contador de células digital. Os resultados evidenciaram que o extrato hidroalcoólico da folha de Pyrostegia venusta, nas concentrações testadas (72,6 mg/mL e 145,2 mg/mL), não possui atividade antimicrobiana para as dezenove cepas testadas de bactérias e fungos. No que se refere à DL50, o extrato não apresentou dose letal média nas concentrações testadas de 300mg/kg e 2000mg/kg. Ao teste de micronúcleo, os resultados revelaram diferenças estatísticas significativas do número/índice percentual de PCEs micronucleados entre o grupo de animais do controle positivo (ENU 50mg/Kg) e controle negativo (NaCl 0,9%), bem como controle positivo e tratamentos com o extrato. Entretanto, essas diferenças não foram observadas entre o grupo de animais do controle negativo e o grupo de animais tratados com o extrato e, ainda, entre os sexos e os tempos de tratamento (24-48h), sugerindo que o extrato hidroalcoólico de folhas de P. venusta não apresenta potencial clastogênico e/ou aneugênico.
Abstract: This study analyzed the effects of the hydroalcoholic extract of Pyrostegia venusta, popularly known as cipó-de-são-joão , on various types of Gram negative and Gram positive bacteria, and on yeasts. It also evaluated the effects of the extract on the growth and cell differentiation in Herpetomonas samuelpessoai in vitro , and the in vivo mutagenic effect by the micronucleus test. The antimicrobial activity of the extract was evaluated by two methods: agar diffusion test, and tube dilution test. The growth and cell differentiation of H. samuelpessoai occurred in chemically defined medium after incubation at 28°C, for 48 hours. Growth was calculated by cell count in a Neubauer chamber, and differentiation was measured by observing cells stained by the panoptic method to calculate the percentages of the pro-, para- and opistomastigote forms. To determine the LD 50, groups of female albino Swiss mice received a single oral dose of different extract concentrations (300 mg/kg and 2000 mg/kg). For mutagenic evaluation, Swiss albino mice, aged approximately12 weeks, were used. Each trial was carried out in five groups of animals, each group consisting of 3 males and 3 females: negative control (0.9% NaCl); positive control (50 mg/kg of ENU) treatments 1, 2 and 3 (1000, 1500 and 2000 mg/kg of extract, respectively). The micronucleus test in mouse bone marrow erythrocytes was done 24 and 28 hours after treatment. The polychromatic erythrocytes (PCEs) were observed through an optical microscope and counted with the help of a digital cell counter. The results showed that the hydroalcoholic extract of Pyrostegia venusta leaves at the concentrations of 72.6 mg/mL and 145.2 mg/mL had no antimicrobial activity on the 19 strains of bacteria and yeasts tested. With regard to LD50, the extract did not show median lethal dose at the concentrations of 300 mg/kg and 2000 mg/kg. The micronucleus test showed statistically significant differences in the number/percentage index of micronucleated PCEs between the positive control group (ENU 50mg/kg) and negative control (0.9% NaCl), and positive control and extract treatments. But these differences were not observed either between the negative controls and the extract-treated group, or between the sexes and times of treatment (24 hr-48hr), thus suggesting that the hydroalcoholic extract of P. venusta leaves does not exhibit either clastogenic or aneugenic potentials.
Palavras-chave: ação antimicrobiana
mutagênese
pyrostegia venusta
diferenciação celular
antimicrobial action
mutagenesis
pyrostegia venusta
cell differentiation
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM::ENFERMAGEM DE SAUDE PUBLICA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Jose do Rosario Vellano
Sigla da instituição: UNIFENAS
Departamento: Biofarmacologia e Pesquisa Experimental
Programa: Programa de Pós-Graduação em Saúde
Citação: FERNANDES, Adriana Ponciano. Mutagenic action in vivo and antimicrobial of the Pyrostegia venusta hydroalcoholic extract and its effects on the growth and cell differentiation in an in vitro eukaryotic system.. 2008. 109 f. Dissertação (Mestrado em Biofarmacologia e Pesquisa Experimental) - Universidade Jose do Rosario Vellano, Alfenas, 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.unifenas.br:8080/jspui/handle/jspui/78
Data de defesa: 13-Oct-2008
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Saúde



Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.