Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.unifenas.br:8080/jspui/handle/jspui/67
Tipo do documento: Dissertação
Título: Avaliação epidemiológica de parasitoses intestinais entre escolares assistidos por microáreas de unidades de saúde da família em Campo Belo MG (Brasil)
Título(s) alternativo(s): Stude shows the prevalence of intestinal parasitoses in 3-12 years old children, in microareas of the Saúde da Família teams in Campo Belo, State of Minas Gerais,Brazil
Autor: Torres, Janice Vilela Penaforte 
Primeiro orientador: Loiola, Carlos Frederico
Primeiro membro da banca: Fiorini, João Evangelista
Segundo membro da banca: Silva, Antônio Carlos da
Resumo: A saúde é fortemente influenciada pelo contexto social e pelas condições em que as pessoas vivem Muitos problemas de saúde podem ter solução ou serem minimizados com ações coletivas e individuais que levem à alteração ambiental e social das condições que predispõem e mantêm a doença Observar as desigualdades as condições de saúde suas relações socioeconômicas e ambientais assim como o acesso a serviços de saúde faz com que o planejamento de ações se torne mais eficaz A Carta de Lubliana (1996) propõe que os sistemas de atenção à saúde deveriam ser dirigidos por valores de dignidade humana eqüidade solidariedade ética profissional e que os serviços deveriam ser direcionados para a proteção e promoção da saúde Ressalta que os indivíduos deveriam assumir responsabilidades sobre sua própria saúde e que os serviços deveriam ser direcionados para a atenção primária Evidências científicas demonstram que países com uma forte base na atenção primária para o seu sistema de saúde alcançam melhores resultados a custos mais baixos As parasitoses intestinais são problemas de saúde pública sensíveis a mudanças O estudo do estado de saúde de crianças em idade escolar é de grande relevância pela sua magnitude pelos efeitos nocivos à saúde e sua fácil disseminação O presente estudo mostra a prevalência das parasitoses intestinais (protozooses e helmintíases) entre crianças na faixa etária de 3 a 12 anos em microáreas de atuação das equipes de Saúde da Família do município de Campo Belo MG Foram avaliados 459 questionários com dados socioeconômicos e ambientais e 459 exames de fezes realizados pelo método de sedimentação espontânea A maior prevalência em todas as microáreas pesquisadas foi de giardíase seguida pela Entamoeba coli e E histolytica ascaridíase ancilostomíase e tricuríase Foi avaliada a ocorrência de fatores de risco em que vivem as famílias envolvidas na pesquisa demonstrando que características ambientais comportamentais condições sociais e culturais influenciam no estado de saúde dos indivíduos assim como acesso aos serviços de saúde e convivência com animais domésticos
Abstract: Every health system has two main goals The first one is to optimise the health of the population through the use of the most advanced knowledge about the etiology and management of diseases and enhancement of health The second goal is to decrease the disparity between sub-groups of the population in such a way that none of the groups be in disadvantage with regard to access to health services and achievement of higher health levels The Lubliana Letter (1996) proposes that the health attention systems should be run by values of human dignity equity solidarity professional ethics and that services should be driven to the protection and promotion of life It highlights that individuals should take on responsibilities about their own health and that services should be directed to primary attention Scientific evidences show that countries with a strong base in primary attention in their health care systems achieve better results at lower costs Intestinal parasitoses are public health problems sensitive to changes The study of health conditions of children at school age is highly relevant due to its magnitude the harmful effects of parasitoses and their easy spreading The present study shows the prevalence of intestinal parasitoses (giardiasis and helminthiasis) in 3-12 years-old children in microareas of the Saúde da Família teams in Campo Belo State of Minas Gerais Brazil Four hundred and fifty-nine questionnaires with socioeconomic and environmental data were evaluated and 459 fecal samples were examined by the spontaneous sedimentation method In all the microareas, the highest prevalence was of giardiasis followed by Entamoeba coli and E Histolytica ascariasis ancylostomiasis and trichuriasis The occurrence of risk factors was evalueted in the families of this research, in order to determine the environmental behavioral social and cultural characteristics that influence the health conditions of the individuals as well as the companionship with pets and access to health care services
Palavras-chave: Avaliação epidemiológica
Parasitoses intestinais
Escolares
epidemiologic evaluation
intestinal parasitosis
school-children
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM::ENFERMAGEM DE SAUDE PUBLICA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Jose do Rosario Vellano
Sigla da instituição: UNIFENAS
Departamento: Biofarmacologia e Pesquisa Experimental
Programa: Programa de Pós-Graduação em Saúde
Citação: TORRES, Janice Vilela Penaforte. Stude shows the prevalence of intestinal parasitoses in 3-12 years old children, in microareas of the Saúde da Família teams in Campo Belo, State of Minas Gerais,Brazil. 2006. 86 f. Dissertação (Mestrado em Biofarmacologia e Pesquisa Experimental) - Universidade Jose do Rosario Vellano, Alfenas, 2006.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.unifenas.br:8080/jspui/handle/jspui/67
Data de defesa: 24-Nov-2006
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Saúde



Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.