Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.unifenas.br:8080/jspui/handle/jspui/267
Tipo do documento: Dissertação
Título: Avaliação da percepção do impacto da internet na relação médico-paciente entre alunos do 3º ao 6º ano e professores da UNIFENAS - BH
Título(s) alternativo(s): Assessment internet impact's perception on physician-patient relationship among medical students and teachers from UNIFENAS-BH
Autor: Atem, Cláudio Negrão Tanus 
Primeiro orientador: Moura, Alexandre Sampaio
Primeiro membro da banca: Peixoto, José Maria
Segundo membro da banca: Santos, Rodrigo Ribeiro
Resumo: Introdução: A Internet atualmente é uma importante fonte de informação em saúde, mas traz consigo um potencial malefício, visto que informações mal interpretadas ou confusas podem gerar ansiedade e estimular a automedicação. A popularização do acesso às informações em saúde, assim como o fortalecimento da medicina centrada na pessoa, tem um potencial de influenciar a relação médico-paciente, pois o médico deixa de ser o único detentor do conhecimento e precisa partilhar o “poder” com o paciente em suas orientações e condutas. Objetivo: Avaliar a percepção do uso da internet pelos pacientes para obtenção de informações acerca do seu adoecimento e a associação com a atitude de compartilhamento do poder na relação médico-paciente, entre estudantes de medicina e seus professores. Métodos: Estudo quantitativo, observacional, transversal, no qual foram incluídos estudantes de medicina do 3º e 6º ano da UNIFENAS – BH e seus respectivos professores de prática ambulatorial. A avaliação dos desfechos de interesse foi feita por meio de um questionário adaptado de avaliação da percepção do uso da internet pelas pessoas para obtenção de informações sobre seu adoecimento e da subescala poder do PPOS (patient-practitioner orientations scale). Resultados: Participaram do estudo 215 alunos, sendo 60% do sexo feminino, com uma média de idade de 24±3,1 anos, e 30 professores, 50% do sexo feminino, com uma média de idade de 42±7,8 anos. A média dos escores de percepção positiva da influência da Internet na relação médico paciente foi igual entre os alunos do 3º ano e 6º ano (3,37±0,64 e 3,22±0,57, respectivamente); p=0,052 e menor quando comparados aos professores (3,86 ±0,64; p<0,001). Em relação à atitude de compartilhamento de poder, também foi igual o escore entre os alunos do 3º e 6º ano (4,17±0,69 vs. 4,16 ±0,68 respectivamente; p=0,974), e menor quando comparado alunos com professores (4,17±0,69 vs. 4,51±0,65 respectivamente; p=0,036). As alunas, independente do ano em curso, apresentam maior atitude de compartilhamento no processo de decisão, quando comparadas aos alunos do sexo masculino (p<0,009). Observou-se correlação direta entre compartilhamento de poder e percepção da internet, sendo fraca entre alunos do 3º e 6º ano (r=0,31; p<0,05) e moderada entre professores (r=0,53; p=0,003). Conclusão: Tanto alunos quanto professores têm uma percepção positiva sobre o impacto da internet na relação médico-paciente. Professores tendem a ter atitudes mais favoráveis ao compartilhamento de poder, assim como as mulheres, em ambos os grupos de alunos. A correlação entre a percepção da internet e a subescala poder do PPOS foi fraca entre alunos e moderada entre professores
Abstract: Introduction: The internet is currently an important source of information about health, nevertheless it carries potential harm, as misinterpreted or confusing information can generate anxiety and stimulate self-medication. The popularization of access to health information, as well as the strengthening of person-centered medicine, has the potential to influence the doctor - patient relationship, as the doctor is no longer the sole holder of knowledge and needs to share “power” with the patient in their guidelines and conduct. Objective: To evaluate the perception of patients’ use of the internet to obtain information about their illness and the association with the Power-sharing attitude in the doctor-patient relationship between medical students and their teachers. Methods: Quantitative, observational, cross-sectional study, which included medical students from 3 ͬ ͩ and 6 ͭ ͪ year of UNIFENAS – BH and their respective teachers of outpatient practice. The outcomes of interest were assessed by means of a questionnaire adapted to assess people`s perception of internet use to obtain information about their illness and the patientpractitioner orientations scale (PPOS) power subscale. Results: 215 students participated in the study, 60% female, with a mean age of 24±3,1 yars, and 30 teachers, 50% female, with a mean age of 42±7,8 years. The mean score of positive perception of the influence of the internet on he physician-patient relationship was the same among students in the 3 ͬ ͩ and 6 ͭ ͪ grades (3,37±0,64 and 3,22±0,57, respectively); p = 0,052 and lower when compared to teachers(3,86±0,64; p<0,001). Regarding the Power-sharing attitude, the score between the 3 ͬ ͩ and 6 ͭ ͪ grade students was also equal (4,17±0,69 vs. 4,51±0,65 respectively, p=0,036). The students, regardless of the current year, have a greater attitude of sharing in the decision process when compared to male students (p<0,009). There was a direct correlation between sharing and internet perception, being weak among 3 ͬ ͩ and 6 ͭ ͪ grade students (r=0,31; p<0,05) and moderate among teachers(r=0,53;p=0,003). Conclusions: Both students and teachers have a positive perception of the impact of internet perception and the Power subscale of PPOS was weak among students and moderate among teachers
Palavras-chave: Ensino médico
Internet
Poder
Relação-Paciente
Medical education
Internet
Power
Patient-doctor relationship
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade José do Rosário Vellano
Sigla da instituição: UNIFENAS
Departamento: Pós-Graduação
Programa: Programa de Mestrado em Ensino em Saúde
Citação: Atem, Cláudio Negrão Tanus. Avaliação da percepção do impacto da internet na relação médico-paciente entre alunos do 3º ao 6º ano e professores da UNIFENAS - BH. 2019. 62f. Dissertação (Programa de Mestrado em Ensino em Saúde) - Universidade José do Rosário Vellano, Belo Horizonte, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.unifenas.br:8080/jspui/handle/jspui/267
Data de defesa: 14-Dec-2019
Appears in Collections:Programa de Mestrado em Ensino em Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação Cláudio Negrão.pdfDocumento principal1,16 MBAdobe PDFView/Open ???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.preview???


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.