Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.unifenas.br:8080/jspui/handle/jspui/256
Tipo do documento: Tese
Título: Estudos microbiológicos e de genética toxicológica de Handroanthus impetiginosus e sua potencial aplicabilidade a medicina veterinária
Título(s) alternativo(s): Microbiological and toxicity studies of Handroanthus impetiginosus and its potential applicability in veterinary medicine.
Autor: SILVA, Thaísla Andrielle da 
Primeiro orientador: OLIVEIRA, Nelma de Mello Silva
Primeiro membro da banca: NASCIMENTO, Luiz Carlos
Segundo membro da banca: SILVÉRIO, Alessandra Cristina Pupin
Terceiro membro da banca: MACHADO, Simone Caetani
Quarto membro da banca: GUEDES, Elizangela
Resumo: Handroanthus impetiginosus Mattos tem sido utilizado por um longo período na Medicina tradicional e vários estudos têm mostrado a presença de compostos químicos com potencial atividade fitoterapêutica. Dessa forma, o objetivo deste estudo foi avaliar a composição química (Cromatografia Gasosa – MS) do extrato hidroalcoólico da casca de H. impetiginosus (H.i.), seu potencial antimicrobiano contra bactérias e leveduras (Teste de Microdiluição em Caldo) e toxicidade (Ensaio do Micronúcleo (MN) em medula óssea de camundongos; DNA Nicking plasmidial; e Citotoxicidade em Células HaCat). Trinta compostos químicos foram identificados pela cromatografia gasosa, o H.i. apresentou atividade antimicrobiana contra cepas de bactérias e leveduras, com CIM de (50 – 12,5 e 100 – 0,19 mg.mL-1, respectivamente). O ensaio do MN sugeriu ausência de genotoxicidade, leve toxicidade sistêmica e efeitos antigenotóxicos nas concentrações testadas (0,5 – 2,0 g.mL-1). O teste em células HaCat indicou citotoxicidade dose-dependente de H.i. a partir da concentração ≥1,56 mg.mL-1. No ensaio antioxidante genômico, as concentrações (1.000 – 100 g.mL-1) de H.i. protegeu parcialmente o DNA de danos causados pela reação de Fenton, já no ensaio genotóxico, o H.i. foi pró-oxidante em sua maior concentração (5.000 g.mL-1), no entanto, nas dosagens (3.160 – 100 g.mL-1) não causou qualquer efeito. Esses resultados indicam que o H.i. apresenta atividade antimicrobiana (antibacteriana e antifúngica) e antigenotóxica, no entanto, é tóxico de maneira dose-dependente para as células avaliadas, o que justifica a realização de mais estudos a fim de determinar condições de exposição mais seguras com aplicabilidade na saúde animal.
Abstract: Handroanthus impetiginosus Mattos has been used for a long time in traditional Medicine and several studies have shown the presence of chemical compounds with potential phytotherapeutic activity. Thus, the objective of this study was to evaluate the chemical composition (Gas Chromatography - MS) of the hydroalcoholic extract of H. impetiginosus (H.i.) peel, its antimicrobial potential against bacteria and yeasts (Broth Microdilution Test) and toxicity Micronucleus (MN) in bone marrow of mice, plasmid DNA Nicking, and Cytotoxicity in HaCat Cells). Thirty chemical compounds were identified by gas chromatography, H.i. showed antimicrobial activity against strains of bacteria and yeasts, with MIC (50 - 12.5 and 100 - 0.19 mg.mL-1, respectively). The MN assay suggested absence of genotoxicity, mild systemic toxicity, and antigenotoxic effects at the concentrations tested (0.5 - 2.0 g.mL-1). The HaCat cell test indicated dose-dependent cytotoxicity of H.i. from the concentration ≥1.56 mg.mL-1. In the genomic antioxidant assay, the concentrations (1,000 - 100 μg.mL-1) of H.i. partially protected the DNA from damage caused by the Fenton reaction, already in the genotoxic assay, H.i. was pro-oxidant at its highest concentration (5,000 µg.mL-1), however, at dosages (3,160 - 100 µg.mL-1) it did not cause any effect. These results indicate that H.i. (anti-bacterial and antifungal) and antigenotoxic activity, however, it is toxic in a dose-dependent manner for the cells evaluated, which justifies further studies in order to determine safer exposure conditions with applicability in animal health.
Palavras-chave: atividade antimicrobiana; ensaio toxicológico; fitoterápico; ipê roxo; medicina veterinária
antimicrobial activity; toxicological test; phytotherapic; purple ipe; veterinary medicine
Área(s) do CNPq: CIENCIAS AGRARIAS::MEDICINA VETERINARIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade José do Rosário Vellano
Sigla da instituição: UNIFENAS
Departamento: Pós-Graduação
Programa: Programa de Doutorado em Reprodução, Sanidade e Bem-estar Animal
Citação: SILVA, Thaísla Andrielle da. Estudos microbiológicos e de genética toxicológica de Handroanthus impetiginosus e sua potencial aplicabilidade a medicina veterinária. 2019. 60 f. Tese( Programa de Doutorado em Reprodução, Sanidade e Bem-estar Animal) - Universidade José do Rosário Vellano, Alfenas.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.unifenas.br:8080/jspui/handle/jspui/256
Data de defesa: 14-Mar-2019
Appears in Collections:Programa de Doutorado em Reprodução, Sanidade e Bem-estar Animal

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Thaísla Andrielle da Silva.pdfTese com texto completo1,34 MBAdobe PDFView/Open ???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.preview???


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.