Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.unifenas.br:8080/jspui/handle/jspui/254
Tipo do documento: Dissertação
Título: Influência da disbiose intestinal induzida pela amoxilina no ciclo estral murino
Título(s) alternativo(s): Influence of amoxylin-induced intestinal dysbiosis on the murine estrous cycle
Autor: SILVA, Evandro Neves 
Primeiro orientador: CORSETTI, Patrícia Paiva
Primeiro membro da banca: GARCIA, José Antônio Dias
Segundo membro da banca: PADOVAN, Ana Carolina Barbosa
Resumo: A disbiose intestinal se refere ao desequilíbrio da microbiota, quando da proliferação exacerbada ou da diminuição de uma população específica de micro-organismos, sendo desencadeada por vários fatores, incluindo a utilização de antibióticos, tais como a amoxicilina, uma penicilina semissintética de moderado espectro. Uma vez que a disbiose intestinal está associada a uma grande variedade de condições imunopatológicas e reprodutivas, o principal objetivo deste estudo foi avaliar a disbiose intestinal induzida pela amoxicilina e sua influência sobre o ciclo estral de camundongos. Para isso, camundongos fêmeas da linhagem isogênica 129Sv/Ev foram tratados com 500mg/Kg de amoxicilina tri-hidratada ou solução salina tamponada de fosfato (PBS) por gavagem durante 15 dias. As fezes dos animais foram coletadas para análise da microbiota bacteriana fecal por metagenômica. Os animais tratados com amoxicilina apresentaram diferentes filos e grupos bacterianos em suas microbiotas fecais, quando comparadas com o grupo tratamento (PBS), mostrando uma maior proliferação de Proteobacterias e uma presença inferior de Bacteroidetes, demonstrando que o uso da amoxicilina induz a disbiose intestinal murina. Os camundongos disbióticos obtiveram um maior ganho de peso corporal quando comparados ao grupo controle PBS, e ambos os grupos não apresentaram morte de animais durante todo o procedimento. Durante os tratamentos, a citologia vaginal foi realizada por microscopia de campo claro, caracterizada por citometria de fluxo e visualização vaginal, determinando a fase do ciclo estral em que os animais se encontravam. As análises de citologia vaginal, a visualização vaginal e a citometria mostraram que a disbiose induzida pelo uso da amoxicilina alterou o ciclo estral dos animais e diminuiu o número de células totais presente nas fases do ciclo. Ademais, para caracterizar os possíveis parâmetros envolvidos na alteração do ciclo estral, amostras de ceco e ovários foram coletadas para a análise da expressão diferencial de genes codificadores de citocinas pró ou anti-inflamatória IL-1β e IL-10 por PCR em tempo real. A expressão de IL-1β se apresentou aumentada no ceco e no ovário de animais disbióticos, quando comparados aos dos animais controles. Já a expressão de IL-10, se apresentou reduzida no grupo disbiótico em ambos os órgãos, quando comparados ao grupo controle. Sendo assim, os resultados indicam que o uso da amoxicilina induz a disbiose bacteriana intestinal, influenciando no ciclo estral murino e um estado pró-inflamatório no ceco e ovários dos camundongos.
Abstract: Intestinal dysbiosis refers to the imbalance of the gut microbiota when a specific microorganism population exacerbates or diminishes its proliferation being triggered by several factors, including the use of antibiotics, as amoxicillin, a semisynthetic penicillin of moderate spectrum. Since intestinal dysbiosis is associated with a great variety of immunopathological and reproductive conditions, the main goal of this study was to evaluate the intestinal dysbiosis caused by amoxicillin and its influence on the estrous cycle of mice. For this, female mice isogenic strain of 129Sv/Ev were treated with 500mg/Kg amoxicillin trihydrate or tamponade phosphate (PBS) by gavage for 15 days. Feces of the treated animals were collected for fecal bacterial microbiota population by metagenomics analysis. The amoxicillin-treated animals showed different phyla and bacterial groups in their feces microbiota when compared to the PBS-treated group, showing higher Proteobacteria proliferation and lower presence of Bacteroidetes, demonstrating that the use of amoxicillin induces intestinal dysbiosis. Dysbiotic mice gained body weight when compared to the PBS control group, and both groups did not show any deaths during the treatments. During the treatments, the vaginal cytology was performed by light microscopy, with cells characterization done by flow cytometry and physical evaluation of vaginal parameters performed to determine the estrous cycle phase. These analyses showed that the intestinal dysbiosis caused by the use of amoxicillin not only altered the estrous cycle but also decreased the number of cells present in the cycle phases. In addition, to characterize the possible parameters involved in altering the estrous cycle, caecum and ovarian samples were collected to analyze pro- or anti-inflammatory cytokines IL-1β and IL-10 encoding genes by real-time PCR. The IL-1β expression showed up-regulated in both caecum and ovary from dysbiotic animals when compared to control animals. On the other hand, IL-10 showed down-regulated on the in at dysbiotic group samples when compared to the control group. In conclusion, the results indicated that the use of amoxicillin induces intestinal bacterial dysbiosis influencing the murine estrous cycle and a pro-inflammatory pattern in caecum and ovaries of mice under that antibiotic treatment.
Palavras-chave: interleucinas; penicilina; antibióticos; IL-1β; IL-10
interleukins; penicillin; antibiotics; IL-1β; IL-10
Área(s) do CNPq: CIENCIAS AGRARIAS::MEDICINA VETERINARIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade José do Rosário Vellano
Sigla da instituição: UNIFENAS
Departamento: Pós-Graduação
Programa: Programa de Mestrado em Reprodução, Sanidade e Bem-estar Animal
Citação: SILVA, Evandro Neves. Influência da disbiose intestinal induzida pela amoxilina no ciclo estral murino. 2019. 67 f. Dissertação( Programa de Mestrado em Reprodução, Sanidade e Bem-estar Animal) - Universidade José do Rosário Vellano, Alfenas .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.unifenas.br:8080/jspui/handle/jspui/254
Data de defesa: 12-Apr-2019
Appears in Collections:Programa de Mestrado em Reprodução, Sanidade e Bem-estar Animal

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Evandro Neves Silva.pdfDissertação em texto completo3,64 MBAdobe PDFView/Open ???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.preview???


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.