Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.unifenas.br:8080/jspui/handle/jspui/235
Tipo do documento: Dissertação
Título: Avaliação do perfil dos egressos dos cursos de Medicina da UNIFENAS - Campus Alfenas e Belo Horizonte
Título(s) alternativo(s): Evaluation of two Braziliam Medical Schools in Minas Gerais State through a graduate survey
Autor: DUARTE, Marynês Zaparoli 
Primeiro orientador: PEREIRA, Alexandre de Araújo
Primeiro membro da banca: FARIA, Rosa Malena Delbone
Segundo membro da banca: DINIZ, Sivana Santos Assreuy
Resumo: Introdução: O projeto teve como finalidade avaliar o perfil dos egressos dos cursos de Medicina da UNIFENAS, campus Alfenas (UA) e Belo Horizonte (UBH). Estudar os egressos é uma das formas de avaliação do impacto dos cursos na formação de profissionais de saúde, o que pode contribuir com o aprimoramento curricular. Objetivo: Traçar o nível de satisfação do egresso quanto ao curso de graduação e sua inserção no mercado de trabalho. Métodos: Tratou-se de uma pesquisa quantitativa, tipo Survey, realizada através de um questionário eletrônico. O mesmo foi enviado para egressos, cujos endereços eletrônicos foram fornecidos pelo CRM MG, secretaria acadêmica dos cursos e banco de dados de professores. Dos 2.409 egressos de Alfenas, entre 1994 e 2017, foram encontrados endereços eletrônicos de 1.346 (55,8%), dos quais 482 (35,8%) responderam ao questionário. Em Belo Horizonte, dos 1.033, formados entre 2003 e 2008, foram encontrados 742 endereços eletrônicos de egressos (71,8%), dos quais 148 (19,9%) responderam. Isso representou 20% de todos os egressos do curso de Alfenas e 14,3% de todos os egressos do curso de Belo Horizonte. A maioria foi composta de mulheres, com média de idade de 32 anos e provenientes de cidades do interior do sudeste do país. Resultado: A maioria dos egressos da UNIFENAS UA e UBH disse trabalhar em cidades do interior, na região sudeste, com uma taxa de interiorização do trabalho médico maior na UA. O trabalho inicial dos egressos foi na rede básica de saúde ou nas urgências médicas em unidades hospitalares. A taxa de aprovação para residência médica foi satisfatória e a realização de curso preparatório para o processo seletivo não fez diferença. Mais de 80% dos egressos disseram atuar exclusivamente na atividade médica, e a grande maioria recebia proventos acima de 10.000 reais por mês. Também disseram estar satisfeitos com a área de atuação médica, e as mais frequentes foram Clínica Médica, Ginecologia-Obstetrícia, Pediatria, Cirurgia Geral e Anestesiologia. Dos egressos que não concluíram o curso em 12 semestres, a maioria alegou reprovações durante o curso como principal causa. Conclusão: A maioria relatou que estava satisfeita com a profissão e considerou que sua formação médica foi satisfatória. Houve uma tendência de melhores avaliações entre os egressos da UA e de alunos que se formaram há mais tempo, independente do campus pesquisado. Clínica Médica, Pediatria e Saúde Coletiva foram as áreas em que os egressos se sentiram mais bem formados
Abstract: Introduction: The project aimed to evaluate the profile of undergraduate students of the medical programs os UNIFENAS, Campus Alfenas (UA) and Belo Horizonte (BH). Studying undergraduate students in one of the ways of evaluating the impact of programs in the training of health professinals, which can contribute to curriculum improvement. Objective: To draw the degree of satisfaction of undergraduate students regarding their programs and their insertion in the job market. Methods: It was a quantitative survey, conducted through na eletronic questionnaire elaborated with Google Forms and available in Google Docs. The questionnaire was sent to undergraduate students whose eletronic addresses were provided by CRM MG, the academic department of programs,and professors’ database. From the 2,409 undergraduate students of Alfenas, between 1994 and 2017, eletronic addresses were found of 1,346 (55,8%), of which 482 (35,8%) answered the questionare. In Belo Horizonte, from the 1,033 undergraduate students, between 2003 and 2008, it was found 742 eletronic addresses of undergraduate students (71,8%), of which 148 (19,9%) have responded. This represented 20% of all undergraduate students from the Alfenas program and 14,3% of all undergraduate students from the Belo Horizonte program. The majority consisted of women, with na average age of 32 years old, and from cities in the southeast of the country. Results: Most of the undergraduate students from UNIFENAS UA and UBH work in cities in the countryside, in the southeast region, with a higler internalization rate of medical work in the UA. The initial job of said undergraduate students was in basic health system units or in medical emergencies units (ERs). The approval rate for medical residency was satisfactory and doing preparatory courses for admission into the selective process did not make any difference. More than 80% of the undergraduate students act exclusively on medical activity and, in their vast majority, they received more than R$ 10,000 Brazilian Reais a month. They also said to be satisfied with their area of medical practice, and the most frequent acting areas were: Meical Clinic, Gynecology-Obstretics, Pediatrics, General Surgery and Anesthesiology. From the undergraduate students who did not complete the medical program in 12 semesters, most claimed failling courses during the program as the main cause. Conclusion: The majority reported that they were satisfied with their profession and considered that their medical education was satisfactory. There was a tendency for better assessments among the undergraduate students of the UA and among students who have gotten their degree longer ago, regardless of the campus reseasched. Medical Clinic, Pediatrics and Collective Health were areas in the which the undergraduate students felt better trained
Palavras-chave: Educação Médica. Avaliação Educacional. Exercício profissional. Egressos
Medical Education. Educational Evaluation. Professional Exercise. Undergraduates Students
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade José do Rosário Vellano
Sigla da instituição: UNIFENAS
Departamento: Pós-Graduação
Programa: Programa de Mestrado em Ensino em Saúde
Citação: DUARTE, Marynês Zaparoli. Avaliação do perfil dos egressos dos cursos de Medicina da UNIFENAS - Campus Alfenas e Belo Horizonte. 2019. 89f. Dissertação (Programa de Mestrado em Ensino em Saúde) - Universidade José do Rosário Vellano, Belo Horizonte, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.unifenas.br:8080/jspui/handle/jspui/235
Data de defesa: 7-May-2019
Appears in Collections:Programa de Mestrado em Ensino em Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação Marynês.pdf3,99 MBAdobe PDFView/Open ???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.preview???


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.