Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.unifenas.br:8080/jspui/handle/jspui/130
Tipo do documento: Dissertação
Título: Própolis e natação na prevenção da aterogênese e hipertrofia ventricular esquerda de camundongos hipercolesterolêmicos
Título(s) alternativo(s): Própolis and swimming in the prevention of atherogenesis and left ventricular hypertrophy in hypercholesterolemic mice
Autor: Silva, Dênis Bueno da 
Primeiro orientador: Miranda, Adélia Pereira
Primeiro membro da banca: Garcia, José Antonio Dias
Segundo membro da banca: Souza, Renato Aparecido de
Resumo: O processo inflamatório, a disfunção do endotélio e o estresse oxidativo no ambiente cardiovascular decorrente das dislipidemias são as condições que promovem e sustentam a aterosclerose e a hipertrofia cardíaca. O presente estudo verificou o efeito da própolis isolada e da sua associação com a natação na dislipidemia, na hipertrofia ventricular esquerda e na aterogênese de camundongos hipercolesterolêmicos que já recebiam dieta hiperlipídica. Foram utilizados 40 camundongos LDLr-/- alimentados com dieta hiperlipídica (20% de gordura total, 1,25% de colesterol e 0,5% de ácido cólico) ad libitum por 75 dias. Os animais foram divididos em 4 grupos (n=10): grupo hiperlipídico (HL), sedentário, submetido ao estresse aquático; grupo hiperlipídico + natação (HL NAT), submetido a um protocolo de natação (1 hora por dia, 5 vezes por semana) a partir do 16º dia do experimento; grupo hiperlipidico/própolis (HL PRO), sedentário, submetido ao estresse aquático e que recebeu própolis via oral (70 µL do extrato alcoólico de própolis a 85,71% todos os dias da semana) a partir do 16º dia do experimento; grupo HL NAT PRO, submetido a um protocolo de natação (1 hora por dia, 5 vezes por semana) a partir do 16º dia do experimento e que recebeu própolis via oral (70 µL do extrato alcoólico de própolis a 85,71% todos os dias da semana) a partir do 16º dia do experimento. Após os 75 dias de experimento, os animais foram pesados e anestesiados. O sangue foi coletado e foram realizadas as análises laboratoriais de colesterol total e frações, e triglicerídeos. Após a toracotomia, o coração e a artéria aorta foram removidos. O coração foi pesado e dissecado, o ventrículo esquerdo isolado, calculou-se a razão entre peso ventricular (mg) e peso animal (g), e, em seguida, foi processado histologicamente. Lâminas do ventrículo e aorta foram coradas com hematoxina e eosina (HE) e picrosírius red para análise histológica e histoquímica; outras lâminas foram tratadas imunohistoquimicamente com anticorpos antiproteína pró-inflamatória (CD40L) para avaliar o processo inflamatório. Os animais HL apresentaram dislipidemia severa, aterogênese e hipertrofia ventricular esquerda associada a uma diminuição dos níveis séricos da lipoproteína de alta densidade (HDL) e consequente desenvolvimento de processo anti-inflamatório cardiovascular caracterizado pelo aumento da expressão CD40L no ventrículo esquerdo e na aorta. A natação e a própolis separadas e/ou associadas preveniu a hipertrofia ventricular esquerda (HVE), a aterogênese, a inflamação ventricular e arterial, diminuindo a expressão de CD40L e aumentando os níveis plasmáticos da HDLc. A própolis isolada ou associada com uma atividade física regular é benéfica na proteção cardiovascular por ação anti-inflamatória.
Abstract: Inflammatory process, endothelial dysfunction and oxidative stress in cardiovascular environment resulting from dyslipidemia are the conditions that promote and sustain atherosclerosis and cardiac hypertrophy. The present study verified the effect of propolis alone and its association with swimming in dyslipidemia, left ventricular hypertrophy and atherogenesis of hypercholesterolemic mice that were receiving a high-fat diet. 40 LDLr-/- mice, fed with high fat diet (20% total fat, 1.25% cholesterol and 0.5% cholic acid) ad libitum for 75 days, were used in the study. The animals were divided into 4 groups (n=10): hyperlipidic group (HL), sedentary, subjected to aquatic stress; hyperlipidic + swimming group (HL+NAT), submitted to a swimming protocol (1 hour per day, 5 times per week) from the 16th day of the experiment; hyperlipidic + propolis group (HL+PRO), sedentary, submitted to aquatic stress and which received oral propolis (70 µL of the propolis alcoholic extract of 85,71% every weekday) from the 16th day of the experiment; HL+NAT+PRO group, submitted to swimming protocol (1 hour per day, 5 times per week) from the 16th day of the experiment and which received oral propolis (70 µL of the propolis alcoholic extract of 85,71% every weekday) from the 16th day of the experiment. After 75 days of the experiment, the animals were weighed and anesthetized. Blood was collected and laboratory analyzes were performed for total cholesterol and fractions, and triglycerides. After thoracotomy, heart and aorta were removed. The heart was weighed and dissected, the left ventricle isolated, the ratio between the ventricular weight (mg) and the animal weight (g), was calculated and after, it was histologically processed. Ventricle and aorta slides were stained with hematoxina and eosin (HE) and picrosirius red for histological and histochemical analyzes; other slides were treated immunohistochemically with anti-protein proinflammatory CD40L antibodies to evaluate the inflammatory process. The HL animals showed severe dyslipidemia, atherogenesis and left ventricular hypertrophy, associated with a decrease in serum high density lipoprotein (HDL) levels and subsequent development of cardiovascular anti-inflammatory process, characterized by increased expression of CD40L in the left ventricle and aorta. Swimming and propolis separated and / or associated prevented left ventricular hypertrophy (HVE), atherogenesis, ventricular and arterial inflammation, decreasing the expression of CD40L and increased plasma levels of HDL-C. A propolis alone or associated with regular physical activity is beneficial in cardiovascular protection by anti-inflammatory action.
Palavras-chave: dislipidemia
hipertrofia ventricular esquerda
própolis
camundongos LDLr-/-.
dyslipidemia
left ventricular hypertrophy
propolis
LDLr-/- mice
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::EDUCACAO FISICA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Jose do Rosario Vellano
Sigla da instituição: UNIFENAS
Departamento: Zootecnia e Recursos Pesqueiros
Programa: Programa de Mestrado em Ciência Animal
Citação: SILVA, Dênis Bueno da. Própolis and swimming in the prevention of atherogenesis and left ventricular hypertrophy in hypercholesterolemic mice. 2012. 60 f. Dissertação (Mestrado em Zootecnia e Recursos Pesqueiros) - Universidade Jose do Rosario Vellano, Alfenas, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.unifenas.br:8080/jspui/handle/jspui/130
Data de defesa: 31-Aug-2012
Appears in Collections:Programa de Mestrado em Ciência Animal



Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.