Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.unifenas.br:8080/jspui/handle/jspui/123
Tipo do documento: Dissertação
Título: Avaliação do potencial de recuperação oocitária, produção de embrião e gestação em doadoras da raça GIR
Título(s) alternativo(s): Assessment of oocyte recovery potential, production Pregnancy and embryo donors Gir
Autor: Oliveira, Eduardo Ramos de 
Primeiro orientador: Viana, João Henrique Moreira
Primeiro membro da banca: Gioso, Marilu Martins
Segundo membro da banca: Carvalho, Bruno Campos de
Resumo: A produção de embriões bovinos teve um aumento acentuado na última década. No Brasil, esse aumento foi diretamente relacionado à melhoria da produção de embriões in vitro, particularmente em rebanhos leiteiros. O presente experimento utilizou a ultrassonografia transvaginal para a aspiração de folículos ovarianos e produção in vitro de embriões em bovinos da raça Gir (raças zebuínas leiteiras) no intuito de avaliar o potencial de doadoras para a recuperação oocitária, produção de embriões e gestação. As vacas foram suplementadas com silagem de milho e concentrado à base de milho, soja, vitaminas e minerais, de acordo com as exigências nutricionais. Todos os procedimentos de aspiração foram precedidos de sincronização da onda de crescimento folicular 5 dias antes a aspiração, através de implante auricular de norgestomet, 3 mg de benzoato de estradiol e 0,530 mg de cloprostenol sódico. Dados da empresa privada (Biotran® - LTDA), recuperados dos últimos três anos foram incluídos. As aspirações foliculares foram realizadas de acordo com os procedimentos básicos: utilizou-se o dispositivo de ultrassom (Pie-Medical Esaot Akila) e um sistema de vácuo (pressão de 80 mmHg) com uma agulha descartável 20G em uma extremidade e um tubo coletor (50 ml) na outras. Somente punções com recuperação de pelo menos um oócito foram consideradas, um total de 626 sessões de aspiração de 251 animais (&#8805; 60 dias após o parto) foram utilizados. Os oócitos recuperados foram classificados de acordo com as camadas de células do cumulus e o aspecto do citoplasma. Utilizou-se sêmen sexado (X) da raça Gir com a fertilidade comprovada. De acordo com o total de oócitos recuperados as vacas foram ordenadas em quartis. O total de oócitos, bem como os viáveis e inviáveis, a conversão para embriões, e o número de gestações produzidas em cada sessão de punção foram comparados entre o primeiro e o quarto quartil. Os dados foram analisados por ANOVA one-way (versão 9.2; SAS Institute Inc., Cary, NC, EUA). Diferenças entre o primeiro e quarto quartis foram acessadas pelo teste t de Student e os dados de frequência foram avaliados pelo teste exato de Fisher. A recuperação de oócitos (Total e viáveis) e a produção de embriões, bem como o número de gestações (média ± DP por sessão) foram maiores (P <0,0001) nos animais do primeiro quartil (41,6 ± 10,6 vs 6,7 ± 3,1 oócitos; 29,1 ± 11,0 vs 4,5 ± 2,7 viáveis, 8,6 ± 5,7 vs 1,8 ± 1,8 embriões;) as taxas de gestação foram de 46,0% 44,9%, 43,9% e 45,6% para o I, II, III e IV quartil respectivamente. A taxa de conversão dos oócitos viáveis para embrião foi maior (P <0,03) em animais do quarto quartil quando comparado ao primeiro (51,1 vs 31,9%). A interpretação foi de que na raça Gir, os animais com maior potencial de recuperação oocitária produzem em média 40 oócitos viáveis e oito embriões em cada sessão do TGFa. Baseada no potencial de recuperação oocitária resulta em um aumento absoluto, mas não relativo, na produção de embriões.
Abstract: The production of bovine embryos had a pronounced increase in the last decade. In Brazil, this increase was directly related to the improvement of the in vitro embryo production, particularly in dairy cattle. The present experiment used the transvaginal ultrasound-guide for ovarian follicle aspiration (TGFA) and in vitro embryo production in Gyr cattle (dairy zebu breed) to assess the potential of the donator for oocyte and embryo production. Data from a private company (Biotran Alfenas, MG - Brazil), recovered for the last three years were included in this study. Cows were supplemented with corn silage and a mixture of corn, soybean, vitamin and minerals, according to their nutritional requirements. The ovarian follicular wave was synchronized 5 days before TGFA. Briefly, auricular implant and intramuscular injections of 3 mg of estradiol benzoate and 0.530 mg of sodium cloprostenol. The TGFAs were performed according to the same basic procedures: using the ultrasound device (Pie-Medical Esaot Akila) and a vacuum system (pressure of 80 mmHg) with a disposable 20G needle in one extremity and a collector tube (50 ml) in the other. Only TGFAs with at least one oocyte recovered were considered, and a total of 178 TGFAs sessions from different Gyr cows (&#8805; 60 days after parturition) were used. The recovered oocytes were classified according to the cumulus cells layers and cytoplasm aspect. Sex-sorted (X) semen with proved fertility was used for in vitro fertilization and embryo production. According to the total recovered oocytes the cows were ordered in one of the 4 quartiles, with the top 25% (1st quartile), the median 50% (2nd and 3rd) and the bottom 25% (4th quartile). The average of recovered oocyte (total, viable and unviable), total embryo and the number of pregnancies produced in each TGFA session were compared between the first and the fourth quartiles. Conversion rates (%) of the total and viable oocytes to embryo, viable oocytes to pregnancy and embryo to pregnancy were also performed. Data were analyzed by one-way ANOVA (9.2 Version; SAS Institute Inc., Cary, NC, USA). Differences between the first and fourth quartiles were accessed by Student s t-test and frequency data were evaluated by Fisher s Exact test. The production of oocytes and embryos, and the number of pregnancies (mean ± SD by session) were higher (P< 0.0001) in the animals of the first quartile (41.6 ± 10.6 vs 6.7 ± 3.1 oocytes; 29.1 ± 11.0 vs 4.5 ± 2.7 viable; 8.6 ± 5.7 vs 1.8 ± 1.8 embryos). The rate of pregnancy was 46.0%, 44.9%, 43.9% and 45.6% for the I; II; III and IV respective. The conversion rate of the viable oocytes to embryo was greater (P< 0.03) in animals from the fourth quartile (51.1 vs 31.9%). The interpretation was that for Gyr breed the animals with high donator potential produce in average 40 viable oocytes and 8 embryos in each session of the TGFA. The data suggest that the selection of the animals with high potential for oocyte production can improve the absolute but not relative number of the in vitro embryos produce.
Palavras-chave: OPU
bovino
GIR
embrião
OPU
bovine
GIR
embryo
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::MEDICINA VETERINARIA::REPRODUCAO ANIMAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Jose do Rosario Vellano
Sigla da instituição: UNIFENAS
Departamento: Zootecnia e Recursos Pesqueiros
Programa: Programa de Mestrado em Ciência Animal
Citação: OLIVEIRA, Eduardo Ramos de. Assessment of oocyte recovery potential, production Pregnancy and embryo donors Gir. 2011. 51 f. Dissertação (Mestrado em Zootecnia e Recursos Pesqueiros) - Universidade Jose do Rosario Vellano, Alfenas, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.unifenas.br:8080/jspui/handle/jspui/123
Data de defesa: 23-May-2011
Appears in Collections:Programa de Mestrado em Ciência Animal



Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.