Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.unifenas.br:8080/jspui/handle/jspui/121
Tipo do documento: Dissertação
Título: Microbiota fúngica e aflatoxinas em alimentos destinados a cabras
Título(s) alternativo(s): Mycoflora and aflatoxins in food estin the goats
Autor: Coelho, Poliana de Oliveira 
Primeiro orientador: Fiorini, João Evangelista
Primeiro membro da banca: Oliveira, Nelma de Mello Silva
Segundo membro da banca: Nogueira, Denismar Alves
Resumo: As aflatoxinas são metabólitos tóxicos produzidos por Aspergillus flavus e Aspergillus parasiticus com efeitos hepatotóxicos, imunossupressores, mutagênicos, carcinogênicos e teratogênicos. Estão presentes em vários alimentos, principalmente nos grãos, sendo amplamente utilizados na fabricação de rações animais. A aflatoxina B1 é a de maior poder tóxico e o seu metabólito é eliminado principalmente no leite, sendo o de maior importância a aflatoxina M1. Os limites aceitos pela legislação brasileira são de 50 ppb de aflatoxinas para alimentos destinados a animais e de 0,5 µg/L e 5,0 µg/L de aflatoxina M1 para leite fluido e em pó, respectivamente. Devido à sua toxicidade, principalmente em indivíduos mais jovens, que são os maiores consumidores de leite, tornam-se um importante problema de saúde pública. Os objetivos deste trabalho foram avaliar a microbiota fúngica e a incidência de aflatoxina B1 em alimentos consumidos por cabras e a incidência de aflatoxina M1 em leite de cabras criadas em 3 propriedades localizadas na região do Sul de Minas Gerais e Média Mogiana Paulista. Os alimentos foram avaliados quanto à microbiota fúngica utilizando-se Ágar Sabouraud Rosa de Bengala. A detecção de aflatoxinas B1 foi avaliada pela técnica de cromatografia em camada delgada, enquanto, no leite, primeiramente foi feita a extração e purificação em colunas de imunoafinidade, sendo a detecção de aflatoxina M1 avaliada utilizando-se a cromatografia líquida de alta eficiência (HPLC). Aliado a estes levantamentos, foi realizada uma análise das condições meteorológicas das regiões de Minas Gerais e São Paulo, aferindo-se o índice pluviométrico, a temperatura média e a umidade relativa do ar onde foram verificadas e comparadas as épocas de maior incidência de fungos e suas toxinas nos alimentos e no leite. Foram colhidas amostras de dois alimentos (concentrado e volumoso) com quatro repetições e em duas épocas diferentes (chuva e seca) e amostras de leite também com quatro repetições em cada época. O delineamento estatístico foi inteiramente casualizado (DIC) em esquema fatorial e foi utilizado o teste Tukey com 5% de nível de significância. Os resultados obtidos revelaram que a otimização das referidas metodologias de cromatografia em camada delgada para análise de aflatoxina em rações e de HPLC no leite caprino mostraram-se eficientes. Em todas as amostras de leite caprino, não foi detectada a presença de aflatoxinas, demonstrando a boa qualidade do leite quanto à contaminação por essas toxinas. Porém, após a análise qualitativa da toxigenicidade das culturas da espécie do gênero Aspergillus, observou-se que, das 64 amostras de rações analisadas, 22,6 % encontravam-se contaminadas com aflatoxina B1.
Abstract: Aflatoxins are hepatotoxic, immunosuppressive, mutagenic, carcinogenic and teratogenic metabolites produced by Aspergillus flavus and Aspergillus parasiticus. They are found in various kinds of food, especially grains, and are widely used in the manufacture of animal feed. Aflatoxin B1 has the highest toxic power, and its most important metabolite, aflatoxin M1, is eliminated mainly via the milk. The limit values of aflatoxin accepted by Brazilian legislation are 50 ppb for animal feed, and 0.5 µg/L and 5.0 µg/L, for liquid and powdered milk, respectively. Young people are great milk consumers, and thereby milk toxicity becomes an important public health issue. This study evaluated the fungal microbiota and incidence of aflatoxin M1 in the milk of goats raised in three farms, located in the south of Minas Gerais and Mogiana Paulista region. The culture medium Rose-Bengal Sabouraud agar was used to evaluate food fungal microbiota. The presence of aflatoxin B1 was assessed by thin layer chromatography. Aflatoxin M1 in milk was determined by immunoaffinity column cleanout with high performance liquid chromatography (HPLC). In addition, meteorological conditions were surveyed in the regions studied to measure the pluviometric index, the average temperature and relative humidity of air, where the periods of higher incidence of fungi and toxins were found in feed and milk. Two feed samples were collected: concentrate and fodder, with four replications, in two different seasons (rains and drought). Milk samples were also collected, with four replications. Two experiments were conducted: one in the rainy season; another in drought. Their statistical design was completely randomized and factorial . The Tukey test was applied at the 5% significance level. The results showed that the improved methods were efficient to detect aflatoxin: thin layer chromatography, in feed; and high performance liquid chromatography, in milk. The good quality of the goat milk was confirmed by the absence of aflatoxin in the samples. However, the qualitative analysis of Aspergillus cultures revealed that of the 64 samples analyzed, 22,6% were contaminated by aflatoxin B1.
Palavras-chave: aflotoxina
aspergillus flavus
leite de cabra
aflatoxin
aspergillus flavus
goat milk
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::MICROBIOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Jose do Rosario Vellano
Sigla da instituição: UNIFENAS
Departamento: Zootecnia e Recursos Pesqueiros
Programa: Programa de Mestrado em Ciência Animal
Citação: COELHO, Poliana de Oliveira. Mycoflora and aflatoxins in food estin the goats. 2010. 107 f. Dissertação (Mestrado em Zootecnia e Recursos Pesqueiros) - Universidade Jose do Rosario Vellano, Alfenas, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.unifenas.br:8080/jspui/handle/jspui/121
Data de defesa: 17-Sep-2010
Appears in Collections:Programa de Mestrado em Ciência Animal



Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.