Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.unifenas.br:8080/jspui/handle/jspui/12
Tipo do documento: Dissertação
Título: Fitotoxicidade de herbicidas pós-emergentes em híbridos de milho
Título(s) alternativo(s): Phytotoxicity of postemergence herbicides in corn hybrids
Autor: Portugal, Leandro Vilela 
Primeiro orientador: Silva, Adriano Bortolotti da
Primeiro membro da banca: Veiga, Patrícia de Oliveira Alvin
Segundo membro da banca: Mantovani, José Ricardo
Resumo: Na cultura do milho a utilização de herbicidas pós-emergentes tem sido muito utilizado, devido sua eficácia, conveniência e viabilidade de custos. Objetivou-se com o presente trabalho avaliar a fitotoxicidade de herbicidas usados em pós-emergência, bem como a sua interferência na produtividade em híbridos de milho. O experimento foi conduzido no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia IFSULDEMINAS, campus Machado. Foi utilizado o delineamento de blocos ao acaso (DBC), com 6 tratamentos e 4 repetições, totalizando 24 parcelas. Para tanto, foram utilizados dois híbridos de porte e características similares: Híbrido 1 VT PRO 1 e híbrido 2 VT PRO 2. O híbrido 1 apresenta o evento de transgenia de resistência a lagarta do cartucho (Spodoptera frugiperda) e o híbrido 2 apresenta o mesmo evento de transgenia de resistência a lagarta do cartucho (Spodoptera frugiperda) e também ao roundup, denominado Roundup Ready (RR). Foram utilizados seis tratamentos diferentes nos híbridos, sendo que no híbrido VT PRO 1, com resistência a lagarta do cartucho foram aplicados os herbicidas, atrazine + tembotrione (triazinas + benzoilciclohexanodiona); atrazine + nicosulfuron (triazinas + sulfoniluréias); atrazine + mesotrione (triazinas + tricetonas) e tratamento testemunha em que não foi aplicado nenhum herbicida. Para o híbrido VT PRO 2, com resistência a lagarta do cartucho e ao roundup foi aplicado o herbicida atrazine + glyphosate (triazinas + glicina substituída) e o outro tratamento que foi a testemunha sem aplicação de herbicidas. Os tratamentos foram capinados manualmente durante toda condução do experimento. Houve incidência de fitotoxicidade denominada leve, com lesões foliares abaixo de 7%, as quais reduziram até os 28 DAA. A combinação de atrazine com tembotrione ou nicosulfuron reduziu a produtividade do milho em 1.066 e 1.122 Kg ha-1 respectivamente. A aplicação da combinação atrazine + mesotrione no híbrido VT PRO 1, bem como o glyphosate no híbrido VT PRO 2, perante suas testemunhas não afetaram a produção. Porém, a produtividade no híbrido VT PRO 1 foi maior do que o híbrido VT PRO 2, resultado este que não era esperado, para híbridos iguais com eventos diferentes. Foi observado em todos os tratamentos produtividade acima de 10 toneladas ha-1. A combinação dos herbicidas testados leva ao surgimento de lesões leves de fitotoxicidade; Atrazine em combinação com tembotrione ou nicosulfuron reduz a produtividade do milho.
Abstract: In corn crop, postemergence herbicides have been widely used because of its efficacy, convenience and cost feasibility. The objective of this study was to evaluate the phytotoxicity of herbicides used in post-emergence, and their interference in the productivity of corn hybrids. The experiment was conducted at the Federal Institute of Education, Science and Technology IFSULDEMINAS, campus Machado. Was used a randomized block experimental design (RBD) with 6 treatments and 4 repetitions, totaling 24 plots. For this, were used two hybrids with similar size and characteristics: Hybrid 1 VT PRO 1 and hybrid 2 VT PRO 2. The hybrid 1 presents the transgenic event of resistance to fall armyworm (Spodoptera frugiperda) and the hybrid 2 shows the same transgenic event of resistance to fall armyworm (Spodoptera frugiperda) and to roundup, called Roundup Ready (RR). Were used six different treatments in hybrids, in the hybrid VT PRO 1 with resistance to fall armyworm were applied herbicides, atrazine + tembotrione (triazines + benzoilciclohexanodiona); nicosulfuron + atrazine (triazines + sulfonylurea); mesotrione + atrazine (triazines + tricetonas) and control treatment where no herbicide was applied. For the hybrid VT PRO 2 with resistance to fall armyworm and the roundup was applied herbicide atrazine + glyphosate (triazines + substituted glycine) and control treatment without herbicide application. Treatments were weeded manually during all the experiment conduction. There was incidence of lightweight phytotoxicity with leaf lesions below 7%, which reduced up to 28 DAA. The combination of atrazine with tembotrione or nicosulfuron reduced corn productivity in 1.066 and 1.122 kg ha-1 respectively. The application of atrazine + mesotrione in hybrid VT PRO 1 and glyphosate in hybrid VT PRO 2, compare to their control treatments, did not affect production. However, the productivity in the hybrid VT PRO 1 was greater than the hybrid VT PRO 2, a result which was not expected to equal hybrids with different events. It was observed in all treatments productivity above 10 tonnes ha-1. The combination of herbicides leads to the emergence of phytotoxicity minor injuries; Atrazine in combination with tembotrione or nicosulfuron reduces corn productivity.
Palavras-chave: zea mays
produtividade
milho RR
zea mays
productivity
corn RR
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Jose do Rosario Vellano
Sigla da instituição: UNIFENAS
Departamento: Ciências Agrárias
Programa: Programa de Mestrado em Sistemas de Produção na Agropecuária
Citação: PORTUGAL, Leandro Vilela. Phytotoxicity of postemergence herbicides in corn hybrids. 2012. 53 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Agrárias) - Universidade Jose do Rosario Vellano, Alfenas, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.unifenas.br:8080/jspui/handle/jspui/12
Data de defesa: 23-Oct-2012
Appears in Collections:Programa de Mestrado em Sistemas de Produção na Agropecuária



Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.